Novela que não acaba

SIMED aciona justiça por medidas para Plansaúde cumprir acordo e pagar parcelas em atraso

10/01/2020 15h32 - Atualizado em 10/01/2020 15h37

O Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) entrou com um pedido na Vara de Execuções Fiscais e Saúde de Palmas na quinta-feira (10/01/2019) informando à Justiça que o Estado do Tocantins, por meio da Secretaria de Administração, responsável pelo PLANSAÚDE não efetuou o pagamento dos passivos aos prestadores de serviços, pessoas físicas, que deveria ter sido paga no mês de dezembro.

Conforme acordo firmado entre o Plansaúde e o SIMED-TO, em dezembro deveriam ter sido pagas a parcela referente às dívidas dos serviços prestados nos meses de agosto e outubro de 2019, mas até o momento não houve a quitação do débito.

No dia 25 de outubro, o Plansaúde e o SIMED-TO chegaram ao acordo sobre o parcelamento das dívidas do plano com os médicos prestadores de serviços. Nesse acordo, os meses de maio e junho seriam pagos em outubro, julho em novembro e agosto e outubro no mês de dezembro.

Já os meses de setembro e novembro devem ser pagos agora em janeiro de 2020 e o mês de dezembro, em fevereiro.

“Assim, de sorte a evitar transtornos ao atendimento e a adoção de outras medidas judiciais, requer a intimação do Sr. Secretário de Administração e do Diretor de Gestão do PLANSAÚDE para que providenciem o imediato cumprimento do acordo firmado”, pede o sindicato na petição.

Fonte: Simed

Veja Também