Em Palmas

Prestação de contas do ex-prefeito de Palmas será analisada na Câmara; se reprovadas, Amastha ficará inelegível por 8 anos

20/08/2019 12h35 - Atualizado em 20/08/2019 13h15
Foto: Divulgação

A Comissão de Finanças da Câmara de Palmas vai se reunir nesta terça-feira, 20, a partir das 16 horas para analisar a prestação de contas do ano de 2013 do ex-prefeito, Carlos Amastha (PSB). Além da prestação de contas de 2013, também serão analisadas as de 2014 e assim sucessivamente.

A comissão será presidida pelo vereador Milton Neris (PP), na ocasião deverá ser escolhido o relator, que analisará as contas e depois fará um relatório para ser apresentado e votado pela comissão e logo após vai para o plenário.

Caso as contas de Amastha sejam rejeitadas pela Câmara, ainda que o Tribunal de Contas do Estado (TCE), dê um parecer favorável, o ex-prefeito ficará inelegível por oito anos.

Nos bastidores, rola um boato de que na prestação de contas de 2013 há indícios de inconsistência, ou seja, se comprovado, a Câmara irá reprovar e Amastha não poderá disputar as eleições para o cargo de vereador do ano que vem, como pretende.


 

Veja Também