Palmas - TO sexta, 19 de abril de 2019

Profissionais de Saúde e comunidade dizem não ao sedentarismo

Em Palmas

12/04/2019 11h30 - Atualizado em 12/04/2019 11h36
Foto: Raiza Ribeiro
A caminhada fez parte do Dia D da Qualidade de Vida

Moradores e profissionais de Saúde que atuam nos Centros de Saúde da Comunidade das Arne 53 e 64 participaram na manhã desta sexta, 12, de uma caminhada de promoção à qualidade de vida. Logo cedo, eles saíram do CSC da Arne 53 rumo ao Parque dos Povos Indígenas, onde na chegada fizeram exercícios de alongamento e um lanche saudável.

A comerciante Dorinha Gomes, 65 anos, participou da caminhada, pois ficar parada não é com ela não. “Eu sempre faço caminhada, me exercito. Quando não vou à pracinha da quadra, me exercito em casa mesmo. Às vezes eu convido as vizinhas, mas elas não gostam de ir, aí vou sozinha. No meu comércio mesmo já atendo os clientes dançando, eles brincam quando não faço isso. Essa ideia foi muito boa, temos mais que aproveitar”, diz Dorinha.

A ideia partiu da nutricionista Malu Mayara que atua no Núcleo de Ampliado de Saúde da Família (Nasf). “Abril é o mês da qualidade de vida, e por isso nós profissionais da estratégia de Saúde da Família do CSC e do Nasf pensamos em promover mais atividade física e mudança de estilo de vida através da promoção de alimentação saudável, práticas de exercícios. Instituímos hoje como o Dia D da qualidade de vida, com piquenique e caminhada, e à tarde na zona rural mais atividades com os moradores de lá”, informa a nutricionista, lembrando que todas as terças e quintas os profissionais do Nasf realizam atividades físicas com a comunidade.

A enfermeira Nígima Bezerra reforça que o foco é o fim do sedentarismo. “A gente atende todos os dias usuários do Sistema Único de Saúde obesos, hipertensos, diabéticos, e a gente quer melhorar a qualidade de vida dessas pessoas e aquelas que têm fatores de risco ajudar para não chegar nessa condição crônica. Esse mês é o start, a gente vai fazer um trabalho mensalmente, não só com os usuários mas com os trabalhadores do Centro de Saúde para que a gente melhore nossa qualidade de vida, por meio de uma alimentação saudável, atividade física, prevenindo fatores de risco e promovendo a saúde”, ressalta.

Veja Também