Combate ao tráfico

Polícia Civil prende suspeitos por roubo e tráfico de drogas em Palmas

15/03/2019 09h13 - Atualizado em 15/03/2019 09h14
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 5ª Delegacia de Palmas, deflagrou, na tarde desta quinta-feira (14), mais uma operação de combate à criminalidade, que resultou na prisão de três suspeitos de tráfico de drogas e roubo, em Palmas.

De acordo com o delegado Marivan de Sousa Silva, a ação teve por objetivo dar cumprimento a mandados de prisão de dois suspeitos de envolvimento em um roubo em residência na região Sul de Palmas, no dia 7 de fevereiro.

“Durante as investigações, conseguimos apurar que J. F. L., 20 anos, e V. B. A., 24 anos, haviam sido os autores do assalto à casa e, dessa maneira, representamos, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva dos dois, que foram deferidas e cumpridas quando os dois se encontravam na residência do segundo”, disse o delegado.

O delegado ainda ressaltou que, no decorrer na ação, na casa de V. B. A., os agentes também deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão no imóvel, localizado no setor Morada do Sol, onde foram foram localizados um tablete de maconha, envolto em um saco plástico, enterrado no quintal da residência, além de certa quantia em dinheiro, balança de precisão, aparelhos celulares e o veículo utilizado para fazer o transporte dos produtos roubados.

Desta maneira, além de ser preso em virtude do cumprimento de mandado de prisão, V. B. A e sua companheira, C. A. G., também foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Em continuidade às ações, os policiais civis localizaram o comparsa em uma avenida nas proximidades e também deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva que estava aberto contra ele.

Os três suspeitos foram levados até a sede da 5ª DPC, onde o casal foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, e os dois suspeitos do roubo presos ainda preventivamente.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os dois homens foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Palmas, (CPPP), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. A suspeita foi recolhida à Unidade Prisional Feminina de Palmas. 

Veja Também