Em Palmas e Araguaína

Suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas são presos pela PM

08/02/2019 13h54 - Atualizado em 08/02/2019 14h08
Foto: divulgação

A Polícia Militar prendeu na quinta-feira, 07, nas cidades de Palmas e Araguaína, dois indivíduos suspeitos de envolvimento com tráfico de entorpecentes. Na residência dos acusados os policiais apreenderam porções de drogas, dinheiro e outros materiais.

Em Palmas a ação ocorreu em uma residência localizada no Setor Santa Helena. Durante patrulhamento pelo local, uma equipe da PM foi abordada por uma testemunha que denunciou aos policiais a comercialização de drogas que estava ocorrendo em uma casa naquele setor.

De posse das informações repassadas os policiais averiguaram a denúncia e confirmaram o fato. Na casa foram encontradas inicialmente três porções médias de substância análoga ao crack. Com a suspeita de que houvesse mais drogas no local a equipe solicitou o apoio do Grupo de Operações com Cães – GOC.

Já com o apoio do cão de faro “Killer”, foi possível localizar várias outras porções de drogas espalhadas em outros pontos da residência, totalizando 85,9 gramas de substância análoga ao crack, 1,5 gramas de uma substância análoga à maconha, uma balança de precisão e R$ 200,00 (duzentos reais) em dinheiro. O homem de 30 anos foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, para os procedimentos legais cabíveis.

Araguaína

Ainda no mesmo dia, no setor Martins Jorge, cidade de Araguaína, a Polícia Militar prendeu outo indivíduo, 24 anos, também por envolvimento com tráfico de entorpecentes. Na residência do acusado os policiais apreenderam quatro porções, três pedaços maiores e um recipiente contendo uma quantidade significativa de substâncias análogas à maconha, além de R$ 163,00 (cento e sessenta e três reais) em dinheiro.

A prisão ocorreu depois que a PM recebeu algumas denúncias de moradores do local sobre a possível comercialização de drogas na residência. No local os policiais encontraram o suposto traficante, a droga e demais materiais, e um usuário que estava na “boca de fumo” para comprar o material entorpecente. Os envolvidos e todo material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia para os procedimentos legais cabíveis.

Veja Também