Palmas - TO quarta, 16 de janeiro de 2019

MPE foi assunto em mais de 9 mil publicações na imprensa em 2018

Atuação

10/01/2019 14h16 - Atualizado em 10/01/2019 14h19
Imagem – Divulgação
A área do patrimônio público foi a que obteve o maior número de notícias

Relatório elaborado pela Assessoria de Comunicação mostra que, em 2018, o Ministério Público Estadual (MPE) foi citado pela imprensa em, pelo menos, 9.489 matérias jornalísticas, sendo a web o meio de maior destaque, responsável por 74% destas veiculações.

O MPE foi citado positivamente em cerca de 99% das publicações. A área de atuação que mais gerou menções à instituição foi a defesa do patrimônio público, que saltou de 992 notícias em 2017 para 3.004 no último ano. Em seguida, vieram as áreas criminal, de saúde e do consumidor.

A divulgação das atividades do Ministério Público é atribuição da Assessoria de Comunicação, que serve de canal entre os membros e os veículos de imprensa, tendo por finalidade dar transparência às ações e contribuir para a construção de uma imagem positiva para a instituição. Grande parte das matérias publicadas é resultado do trabalho da Ascom, que em 2018 produziu e enviou aos jornais, TVs, rádios e sites de notícias 1.064 textos. A matéria-prima para essa produção textual é a atuação dos procuradores e promotores de Justiça.

Redes sociais

As redes sociais tiveram participação importante na valorização da imagem do MPE no decorrer de 2018, em especial o Twitter, Instagram e Facebook. De caráter informativo e educativo, estes espaços caíram no gosto do público. Segundo levantamento do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o perfil do Facebook tocantinense obteve o maior número de curtidas, dentre as demais unidades do MP brasileiro, na relação seguidores por população do Estado. Já o Instagram é o terceiro perfil mais seguido, também em termos proporcionais.

Projetos e campanhas

O fortalecimento institucional também obteve êxito com o desenvolvimento de alguns projetos, a exemplo do 3ª Prêmio MP de Jornalismo, que se consolidou como o principal prêmio de incentivo e valorização dos profissionais da imprensa local. O investimento em comunicação também beneficiou diretamente os membros, que tiveram a oportunidade de participar do media training “Capacitando Porta-Vozes”, conduzido por experiente jornalista do Rio de Janeiro.

Além disso, o Ministério Público se destacou pela produção de campanhas educativas, a exemplo do combate à violência contra mulher e da segurança no trasporte escolar, entre outros temas. Um programa de rádio, “Nosso Direito”, veiculado na rádio UFT FM, levou ao público uma série de informações e esclarecimentos sobre os direitos dos cidadãos. A cada semana, um tema diferente era abordado.

Outro produto que rendeu bons resultados foi a publicação de informativo impresso quinzenal, contendo o resumo dos principais assuntos institucionais. A produção é enviada a todas as comarcas, distribuída em diversas instituições públicas e disponibilizada virtualmente, por meio do portal do Ministério Público. (Denise Soares) 

Veja Também