Palmas - TO terça, 26 de março de 2019

Polícia Civil prende pastor por assédio sexual a criança

No Mato Grosso

09/01/2019 14h45 - Atualizado em 09/01/2019 14h47
Foto: Divulgação

A Polícia Judiciária Civil de Poconé prendeu na terça-feira (08) um pastor evangélico suspeito de assediar uma criança de 12 anos de idade.

O suspeito identificado como J.F.A, 25, foi denunciado pela mãe de uma menina relatando que ele estaria mandando mensagens assediando sua filha por meio de um aplicativo de mensagens (whatsapp).

Segundo a mãe da menor, a vítima tinha hábito de frequentar cultos celebrados pelo pastor. O homem conduzia orações nas cidades de Poconé e também Nossa Senhora do Livramento.

Assim que tomou conhecimento das mensagens, os investigadores saíram em diligência e localizaram o acusado na residência em que costumava realizar as celebrações religiosas, no bairro Bom Pastor (Rua Niterói).

Em checagem ao aparelho celular do acusado foram encontradas diversas fotos íntimas da vítima sem roupa, e também fotos do suspeito nu, que foram enviadas para a vítima.

Diante da situação foi lavrado o flagrante pelo assédio sexual. Na delegacia foi arbitrada a fiança de 03 salários mínimos, que não foi paga. O detido será encaminhado para audiência de custódia.

O caso segue em investigação pela Polícia Civil de Poconé.

Veja Também