Palmas - TO quarta, 16 de janeiro de 2019

São Paulo cogita emprestar Lucas Perri, mas impõe condições

Mercado da Bola

09/01/2019 08h22 - Atualizado em 09/01/2019 08h24
Foto: Divulgação

O São Paulo sabe que este ano pode ser frustrante para Lucas Perri, que esperava virar reserva imediato de Jean e acabou voltando ao posto de terceiro goleiro após a chegada de Tiago Volpi. Por isso, o clube cogita emprestá-lo, mas sem facilitar a vida dos interessados.

O Tricolor já recebeu ofertas de empréstimo pelo jovem de 21 anos - a Fiorentina (ITA) é apontada nos bastidores como a principal interessada - e avisou que topa fazer negócio se os moldes forem interessantes para todas as partes.

Para o São Paulo, o interessante seria colocar uma cláusula alta para o caso de os europeus decidirem comprá-lo ao fim do vínculo - os valores não foram confirmados pela diretoria, mas há pessoas envolvidas nas conversas que falam em algo entre 10 milhões de euros (R$ 42,6 milhões) e 12 milhões de euros (R$ 51 milhões).Dessa forma, cresceriam as chances de Perri ganhar rodagem e retornar ao clube em 2020, quando Volpi pode estar retornando ao México (ele está emprestado pelo Quéretaro até o fim deste ano). Na "pior" das hipóteses, o São Paulo venderia o jovem por uma boa quantia. Ainda não há sinalização de acordo.

Uma venda imediata é considerada menos provável, já que nenhum clube deu mostras de que pretende pagar agora o valor que o São Paulo acha justo por sua promessa, que ainda não estreou na equipe profissional.

Assim que acabou a temporada passada, a diretoria são-paulina decidiu liberar Sidão para procurar outro clube (ele fechou com o Goiás) e, com isso, abrir espaço para Jean assumir a titularidade e Perri virar seu reserva imediato. Na época, uma oferta de empréstimo do São Bento foi recusada.

O clube já sondava alguns goleiros, mas não se animava por nenhum deles porque seria necessário investir alto. Quando abriu-se a possibilidade de contratar Tiago Volpi por empréstimo, os dirigentes não hesitaram.

O contrato de Perri, renovado em maio do ano passado, só termina em abril de 2022. Antes, venceria no meio deste ano.

Fonte: Terra

Veja Também