Palmas - TO sábado, 17 de novembro de 2018

Campelo questiona comportamento de presidente da CPI do Previpalmas

Na Câmara de Palmas

08/11/2018 14h36 - Atualizado em 09/11/2018 16h59
Foto: divulgação

Na sessão ordinária desta quarta feira, 7, o vereador Lúcio Campelo (PR) questionou o comportamento arbitrário do presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), Junior Geo, que investiga supostas irregularidades no Instituto Previdenciário de Palmas. Segundo o vereador, ele e os demais pares se retiraram da sessão por entenderem que a atitude do Presidente estava sendo arbitrária. "Ele não respeitou o regimento interno da casa, e a lei manda ele consultar internamente a comissao a qual ele preside. Ele não respeitou os membros da comissão que ele é presidente. Ao invés de demonstrar grandeza, tomou atitude alterada, eu posso, eu faço".

Vários vereadores se retiraram da sessão, pois a ocasião era o momento de questionar as testemunhas e sanar a dúvidas. "O vereador teve interesse dúbio para atender o interesse dele, talvez vendido. Para que ninguém fizesse confronto ao ex prefeito. Tem vereadores que tem coragem de ir pro confronto, e tem vereador frouxo, que não vai", observou.

Campelo ficou indignado pelo fato do presidente da CPI tirar a condição dos vereadores fazerem o enfrentamento que estava preparado. Além disso, o fato do ex prefeito Carlos Amastha querer transferir a responsabilidade à vereadores no referido caso, foi questionado. "Falta de respeito com a cidade e principalmente com o funcionalismo público. Dizer que a nomeação do presidente do Previpalmas é responsabilidade da Câmara Municipal. Quem assina a autorização é ele, e quando não assinou, autoriza alguém assinar. O ex prefeito veio fazer a câmara de palhaça, com o professor Junior Geo conivente", afirmou o vereador.

Além disso, Campelo desafiou o ex prefeito a apresentar um documento comprovando que os 30 milhões de reais do Instituto de Previdência, constam no fundo do Cais de Mauá, que hoje não existe mais.

ASCOM Lúcio Campelo 

Veja Também