Palmas - TO quinta, 15 de novembro de 2018

Modric pagará R$ 6,2 milhões por fraude fiscal

Fazenda espanhola

14/09/2018 09h30 - Atualizado em 14/09/2018 09h34
Foto: Divulgação

Eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2018 e da Uefa 2018, o meia Luka Modric foi condenado pelo Tesouro da Espanha a pagar 1.262.832,22 milhões euros por fraude fiscal referente ao ano de 2012, quando assinou com o Real Madrid. Conforme o jornal espanhol “El Mundo”, o croata pagou impostos naquele ano no Reino Unido, onde jogou até setembro pelo Tottenham.

Mas a Fazenda espanhola entende que ele devia pagar impostos integrais na Espanha, apesar de jogar apenas quatro meses no time merengue e morar o mesmo período no ano de 2012. Modric, que assinou seu contrato com o Real Madrid no final de agosto daquele ano, pagou a quantia exigida pelo Tesouro, embora tenha apelado da decisão da autoridade fiscal.


O jogador ainda tem outro litígio com a Agência Tributária através do processo penal que está aberto no Tribunal de Instrução número 4 de Alcobendas. Nele, o Gabinete do Ministério de Crimes Econômicos reclamou com Modric sobre uma suposta fraude fiscal de 870.728 mil euros em 2013 e 2014.

Modric teria simulado a transferência de seus direitos de imagem para uma empresa instrumental baseada em Luxemburgo, quer era controlada por ele mesmo. O jogador o Real Madrid pagou quase um milhão de euros para evitar a prisão por este caso e, segundo o "El Mundo", atualmente negocia com o promotor para chegar a um acordo de cumprimento, seguindo os passos de Cristiano Ronaldo, Marcelo ou José Mourinho.

No total, somando os valores reclamados pelo administrativo e criminal, o croata já enfrentou o pagamento de 2.140.347,45 milhões de euros (cerca de R$ 10,5 milhões), embora tenha entrado com um recurso por não estar satisfeito com esta última resolução administrativa.

Fonte: Extra

Veja Também