Palmas - TO quinta, 20 de setembro de 2018

Polícia Civil prende quatro traficantes de drogas no Sul do Estado

Combate ao tráfico

14/09/2018 08h45 - Atualizado em 14/09/2018 08h49
Foto: Divulgação

Policiais Civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Núcleo Sul, de Gurupi comandados pelo Delegado Rafael Fortes Falcão, efetuaram, na tarde desta quinta-feira (13), a prisão de Talia Costa Brito, de 19 anos, Gabrielle Pereira de Lima, 20 anos, Tales Costa Brito, 19 anos e Cristiano Cassimiro Gonçalves, de 24 anos. Eles são suspeitos pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas e foram capturados, em flagrante, quando se encontravam no Setor Central, em Gurupi.

De acordo com o Delegado Rafael, o grupo estava sendo investigado em razão da prática do tráfico de drogas na cidade de Gurupi, sendo possível apurar que nesta quinta-feira, Gabriele e Cristiano retornavam da cidade de Goiânia - GO trazendo significativa quantidade de entorpecentes, os quais seriam entregues à Talia e Tales, residentes no setor central de Gurupi.

 Desse modo, os policiais monitoraram o trajeto dos investigados até o momento da entrega da droga, quando os indivíduos foram abordados, após buscas pessoais foi encontrado em poder dos indigitados, cerca de 4,5kg (quatro quilogramas e meio) de maconha.

 Ainda na casa de Talia e Tales, os agentes encontraram 27 porções de crack fracionadas e embaladas em plástico filme, além de duas porções maiores da mesma droga. No local também havia R$ 234,00 (duzentos e trinta e quatro reais) em cédulas trocadas, pequenas sacolas plásticas do tipo “zip lock”, rolo de plástico filme e aparelhos celulares.

Os quatro foram conduzidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Gurupi onde foram autuados pela prática de tráfico de drogas. Ressalte-se que Cristiano já possui registros criminais pela prática de ameaça, furto, roubo, porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito e tráfico de drogas.

Após a realização das providências legais cabíveis, Tales e Cristiano foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Gabrielle e Talia serão recolhidas a uma das Unidades Prisionais Femininas do Estado, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Por: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Veja Também