Palmas - TO terça, 21 de agosto de 2018

Como membro da CPI, Gerson Alves quer saber onde foi parar o dinheiro do PreviPalmas

Na Capital

09/08/2018 14h57 - Atualizado em 09/08/2018 15h02
Foto – Divulgação
Vereador Gerson Alves

Durante sessão realizada na manhã desta quinta-feira, 09, o vereador Gerson Alves (PSL), foi escolhido para compor a Comissão que irá investigar aplicações do PreviPalmas suspeitas de irregularidades.

Gerson se disse muito contente com a escolha e que está focado em descobrir aonde foi parar o dinheiro da aposentadoria dos servidores municipais da Capital.

"Nós buscaremos informações, bem como profissionais capacitados para descobrir aonde foi parar o dinheiro das aplicações. Esse dinheiro é do fundo de garantia do servidor municipal, do cidadão que trabalhou e dedicou a vida para ter uma boa aposentadoria. Nossa intenção é descobrir quem foi que prejudicou o PreviPalmas e nossos servidores. É muito importante descobrir se houve ou não irregularidade no processo de aplicação", afirmou o vereador.

A CPI vai investigar as aplicações de cerca de R$ 60 milhões feitas pelo PreviPalmas. O Fundo Cais Mauá recebeu investimento de R$ 30 milhões do instituto palmense no fim do ano passado e um fundo de multicrédito chamado Tercon, R$ 20 milhões.

Um terceiro investimento foi realizando no fundo CX Fic Capital Protegido do Brasil no valor de R$ 8.292.722,45 (oito milhões duzentos e noventa e dois mil setecentos e vinte dois reais e quarenta e cinco centavos).

 

Veja Também