Palmas - TO terça, 17 de julho de 2018

Bloqueio de celulares com IMEI irregular recomeça em dezembro

Telefonia

11/07/2018 17h44 - Atualizado em 11/07/2018 17h48
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Bloqueios fazem parte de um projeto que tenta coibir o uso de telefones móveis não certificados

Goiás e Distrito Federal já passaram pelo bloqueio em maio. Cronograma com interrupção termina em 2019

O bloqueio de aparelhos móveis irregulares recomeça em 8 de dezembro. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel), os bloqueios já ocorreram no Distrito Federal e em Goiás e, até o início do próximo ano, o processo terá ocorrido em todo o País.

A Agência explicou que ações como essa fazem parte de um projeto que tenta coibir o uso de telefones móveis não certificados. Todos os telefones móveis precisam ter um IMEI (International Mobile Equipment Identity, em inglês), que é uma espécie de identificação formal do aparelho. Com esses bloqueios, todos os celulares clonados, adulterados ou que tenham passado por alguma fraude ficam impossibilitados de operar.

Os bloqueios começaram no DF e em Goiás, em maio. Agora, o cronograma será reiniciado em outras unidades da federação. A partir de 23 de setembro, aparelhos no Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins e da região Sul vão receber uma mensagem de aviso. Em 8 dezembro eles param de funcionar.

Estados do Nordeste e os que ficaram de fora na etapa anterior no Norte e no Sudeste receberão a mensagem a partir de 7 de janeiro de 2019. O bloqueio está programado para ocorrer a partir de 24 de março do próximo ano.

Como saber o IMEI

Para saber se seu aparelho está entre os que serão bloqueados, basta entrar no Celular Legal, um site criado pela Anatel onde o consumidor pode consultar a situação do aparelho. Basta digitar o número de IMEI que aparece no telefone. Esse IMEI é um número de identificação único para cada celular. Para saber o seu, basta discar *#06# e a informação aparecerá na tela.

Portal Brasil 

Veja Também