Palmas - TO sexta, 19 de outubro de 2018

Tesouro Direto chega a quase 2 milhões de investidores

Economia

13/04/2018 15h59 - Atualizado em 13/04/2018 16h03
Foto: Divulgação

O número de investidores no Tesouro Direito cresceu 6,8% em dois meses e chega a quase R$ 2 milhões. Segundo o último relatório do Tesouro Nacional, o estoque de investimentos do programa alcançou R$ 47,3 bilhões em fevereiro. Entre os investimentos de renda fixa, essa continua a ser uma das aplicações mais interessantes para os poupadores.

Os dados do Tesouro Nacional revelam, ainda, que o número de investidores no programa tem crescido a um ritmo forte, mesmo com a queda da Selic. Na comparação entre fevereiro e igual mês do ano passado, esse grupo de investidores avançou 58,91%. No mesmo período, a taxa básica de juros, que é a referência de remuneração desses títulos públicos, recuou de 12,25% ao ano para 6,50%.

Esse crescimento é explicado, em parte, pela credibilidade do programa e pela rentabilidade desse investimento, que está entre os mais interessantes na modalidade renda física. O Tesouro Direto, na prática, permite a venda de títulos públicos para pessoas físicas. É possível investir nele a partir de R$ 30.
























O que são títulos públicos

Quando um investidor compra um título desses, ele empresta dinheiro para o governo, que vai pagar juros por essa operação. Com esse dinheiro em mãos, o poder público pode investir em saúde, segurança, educação, infraestrutura e atende às principais demandas da sociedade. Esse título, no entanto, não é um papel, toda a operação é virtual. O investidor precisa de uma conta em uma corretora para comprar e vender esses títulos.

Confira também:


Fonte: Governo do Brasil, com informações do Tesouro Nacional

Veja Também