Palmas - TO sábado, 15 de dezembro de 2018

Seciju destaca avanços e desafios do Sistema Penitenciário em posse de novos membros do conselho

16 novos membros tomaram posse

12/03/2018 17h17 - Atualizado em 12/03/2018 17h27
Foto: Tamires Rodrigues/Governo do Tocantins

Com o enfoque de pensar novas políticas para o Sistema Penitenciário tocantinense e contribuir com a gestão carcerária, 16 novos membros do Conselho Penitenciário do Estado do Tocantins foram empossados na manhã desta segunda-feira, 12, no gabinete da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju). Na ocasião, os membros da nova mesa diretora da entidade foram eleitos e empossados aos cargos. Os atuais membros farão a gestão do Conselho Penitenciário de 2018 a 2021.

Assumiu o posto de presidente do Conselho, o membro representante da Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins (OAB-TO), Heber Luís Fidélis Fernandes, e a membro representante da Defensoria Pública do Estado (DPE-TO), Napociane Pereira Póvoa.

O secretário da Seciju, coronel Glauber de Oliveira, ressaltou as ações já desenvolvidas pela pasta e os anseios de melhorias para o Sistema Prisional, bem como ouviu as demandas da entidade. “Essa Secretaria tem um alcance enorme para a população tocantinense, porque tem assuntos transversais e no âmbito de Justiça, com os sistemas Socioeducativo e Penitenciário. O Prisional, uma das áreas que mais nos exige, é um dos nossos maiores desafios, especialmente no aspecto da ressocialização, que é o nosso maior interesse. Por isso, o Conselho é muito importante, para travar conosco essa batalha e pensarmos juntos em saídas”, explicou o gestor.

O coronel Glauber ainda mencionou a importância de pensar nos reeducandos e nos servidores, na mesma medida. “Nós temos vantagem por ter mão de obra qualificada, priorizando capacitar ainda melhor essa equipe para trabalhar com a ressocialização e humanização do Sistema”, destacou.

O presidente do conselho, Heber Luís Fidélis Fernandes, confirmou, ao gestor da Seciju, o apoio e a parceria nos trabalhos de ressocialização. “No Conselho, o senhor tem um grande apoio nos projetos e somos parceiros nessa visão da ressocialização por meio do trabalho e da humanização do Sistema”, frisou.

Na ocasião, outros avanços da pasta foram destacados pelo secretário, como a liderança do Tocantins no ranking de pessoas presas em atividades educacionais; a inauguração da Escola de Gestão Superior Penitenciária para capacitação dos Servidores e do Centro de Atendimento Multidisciplinar também para o quadro da Seciju; além de construção, reformas e ampliação dos estabelecimentos penais para ampliação de vagas e novos grandes projetos de ressocialização pelo trabalho e renda, para que o reeducando possa ser reinserido na sociedade já com uma profissionalização.

Esses avanços foram citados a fim de que todos os conselheiros conheçam a amplitude da Seciju, especialmente do Sistema Penitenciário, e a necessidade de auxílio em áreas afins dentro do sistema prisional.



Veja Também