Palmas - TO sábado, 26 de maio de 2018

Cadeia de Colméia ganha escola e detentos a garantia de acesso à educação

No Tocantins

09/02/2018 16h53 - Atualizado em 09/02/2018 17h01
Foto: Divulgação Seciju
Espaço educacional será utilizado pelos detentos para concluir estudos em turmas do Ensino Fundamental e Médio

Os reeducandos da Cadeia Pública de Colméia já podem iniciar o ano letivo escolar. O acesso à educação para os detentos tornou-se possível via parceria entre a Secretaria de Estado de Cidadania e Justiça (Seciju) e a Secretaria Estadual de Educação, Juventude e Esportes (Seduc), que deu início na última quarta-feira, 07, a extensão das atividades do Colégio Estadual Serra das Cordilheiras em um espaço educacional criado dentro da unidade.

O projeto de escolarização vai garantir aos detentos o estudo em turmas do Ensino Fundamental e Médio através do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). O diretor da unidade, Fernando Nicanor Silva, parabenizou o empenho dos envolvidos no projeto e dos parceiros. “Eles não mediram esforços para tornar realidade um sonho que se fazia distante, proporcionando aos reeducandos da unidade prisional de Colméia o pleno exercício do direito a Educação.”

A técnica de Educação de Jovens e Adultos, Maria Rita Rodrigues, esteve presente na aula inaugural e reforçou o compromisso da educação no sistema prisional. “É um trabalho que exige muita cautela, mas é significativo e gratificante, já fazemos esse trabalho em Guaraí e aqui pretendemos atender os nossos reeducandos com esforço e responsabilidade. Agradecemos o esforço e parceria de todos a fim de proporcionar essa oportunidade de um futuro melhor aos cidadãos que aqui se encontram privados de liberdade”, destacou.

Para Angelita Maria de Lima, diretora do Colégio Estadual Serra das Cordilheiras que vai gerir a educação na unidade, é a realização de um sonho pensado há quase nove anos. “Estou tendo, junto à comunidade colmeense a oportunidade de continuar fazendo parte na realização e no desenvolvimento desse sonho idealizado. É com grande compromisso e responsabilidade que nos funcionários do Colégio Estadual Serra das Cordilheiras abraçamos esse novo desafio, desafio esse, que também se chama inclusão, o que é garantido na nossa Constituição Brasileira através do Lema “Educação Direito de Todos”, concluiu.

Também participaram da aula inaugural representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Civil, Polícia Militar, Prefeitura Municipal e comunidade do munícipio.

Veja Também