Palmas - TO terça, 18 de dezembro de 2018

“Amastha chegou há pouco tempo e não viu como era o Tocantins há 30 anos”, diz Kátia Abreu

Sobre criticas a ‘velha política’

05/01/2018 14h16 - Atualizado em 05/01/2018 16h49
Foto – Divulgação
Para senadora, Amastha chegou a capital há pouco tempo e ainda não conhece bem a história da criação do Tocantins

Senadora lembrou ainda que Amastha só é prefeito de Palmas porque a Capital existe, e que ela é fruto da luta dos velhos políticos 

A senadora Kátia Abreu tomou posse como presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Faet) na última terça-feira, 02. A cerimônia ocorreu no auditório da sede da Faet, em Palmas.

Ao ser questionada sobre as declarações do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB) em que fala e que xingar políticos do Estado, e quando se refere a todos os atos e fatos, chama os de “velha política”, Kátia disse que Amastha comete um equivoco cada vez que fala mal da velha política. “Infelizmente Amastha chegou ao Estado há pouco tempo e não viu como era o Tocantins há 30 anos”, ressaltou.

Não existia nada

Para Kátia, a separação do Norte de Goiás foi recebida com alegria pelos goianos, tendo em vista que o hoje, Tocantins, era um peso morto para o Estado de Goiás. “Aqui não existia absolutamente nada. Não tínhamos asfalto, escolas ou hospitais, agora, passados 30 anos, temos mais de cinco mil quilômetros de asfalto, temos 19 hospitais construídos e temos escolas públicas em todos os municípios tocantinenses. Ninguém aqui estava de braços cruzados vadiando, como as vezes o prefeito de Palmas costuma dizer. Nós trabalhamos duro para construir tudo o que temos hoje”.

Universidade Federal

A senadora elogiou a educação do Tocantins e lembrou que o Estado é o único no país que tem uma Universidade Federal com 12 câmpus universitários espalhados por outras cidades do Estado. “Normalmente é construída a sede de uma Universidade Federal apenas na capital de cada Estado. Desde o início do Tocantins nós transformamos a Unitins em Universidade Federal e com a nossa força política conseguimos federalizar todos os seus câmpus”.

Respeite a história

Kátia Abreu lembrou ainda que Amastha só é prefeito de Palmas porque a Capital existe, e que ela é fruto da luta dos velhos políticos. “Os políticos antigos trabalharam duro para fazer Palmas e para que Amastha, apesar de estrangeiro, pudesse ter a oportunidade de governa-lá. Eu espero que ele respeite a história do Tocantins”.

Kátia afirmou ainda, que o Tocantins e Palmas não nasceram do nada, que foram construídos através da contribuição política de cada ex-prefeito, vereador, deputado, senador e governador que já estiveram pelo poder. “Isso daqui é fruto de uma luta de 30 anos de um povo que acreditou que podia fazer diferente”, finalizou a senadora. 

Veja Também