Palmas - TO sábado, 16 de dezembro de 2017

Brasil suspende temporariamente importação de leite uruguaio

Comércio exterior

11/10/2017 10h38 - Atualizado em 11/10/2017 10h40
Foto: Divulgação

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, anunciou, nessa terça-feira (10), a suspensão da importação de leite uruguaio até que os produtores do país vizinho comprovem a origem de seus produtos.

De acordo com o ministro, o setor brasileiro do leite vem reclamando da qualidade dos produtos uruguaios e alega ainda que os produtores do país vizinho não possuem a produção necessária para exportar o atual volume de leite ao Brasil.

“Setores organizados, produtores, sindicatos, associações, federações, todos reclamam muito da quantidade de leite importado do país e alegam que a produção deles seria insuficiente para exportar a quantidade que tem chegado ao Brasil”, afirmou, após reunião com representantes do setor.

Bloco comercial

Conforme vem sendo estudado pelas autoridades brasileiras, o ministro disse não descartar pedir a exclusão do leite do acordo de livre comércio do Mercosul, uma vez que o produtor brasileiro não consegue arcar com os custos dessa competição.

“Há um descontentamento geral do setor com a quantidade de leite importado do Uruguai. A decisão é, então, uma necessidade do mercado nacional e serve para dar fôlego ao setor de leite no Brasil”, disse o ministro.

Produção importante

Na balança comercial, o leite representa o principal produto comprado do país vizinho. De janeiro a setembro, o Brasil vendeu US$ 50,19 milhões em exportações de leite, em especial para a Venezuela, enquanto as importações de leite uruguaio ao País somaram US$ 157,09 milhões no mesmo período.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Mapa, MDIC e FPA

Veja Também