Palmas - TO sábado, 21 de outubro de 2017

MPE e Naturatins vistoriam empreendimentos no rio Azuis

No Tocantins

11/08/2017 08h10 - Atualizado em 11/08/2017 08h17
Foto: Divulgação
Equipe reunida para organizar a vistoria

Após denúncias de possíveis danos ambientais nas áreas de preservação ambiental dos rios Azuis e Sobrado, o Ministério Público Estadual (MPE) e uma equipe do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) vistoriaram todos os empreendimentos instalados no local.

Segundo o Promotor de Justiça Anton Klaus Matheus Morais, foi possível observar danos graves ao meio ambiente local, como ausência de mata ciliar, além de construções e expansão de estruturas em locais proibidos pela legislação. A maioria delas decorre de atividades exercidas por bares, restaurantes e pousadas existentes na região.

Uma série de outros problemas graves que comprometem o rio Azuis e suas encostas preocupou a equipe, tais como a movimentação de carros e caminhões em cima da nascente do rio Azuis, lixo em local inapropriado e a ausência de mata nativa na parte comercial, decorrente da degradação progressiva do local, entre outros.

Além do Promotor, participaram da vistoria os fiscais ambientais Marcelo Muratori e Adriane Cunha e o inspetor de Recursos Naturais Salomão de Paiva. Após a conclusão do relatório, serão tomadas as medidas cabíveis para a resolução dos problemas, além dos atos administrativos pertinentes.

Rio Azuis
O rio está situado às margens da rodovia TO-110, bem próximo ao limite intermunicipal entre Aurora do Tocantins e Taguatinga. Com uma extensão de apenas 143 metros, o Azuis é considerado o menor rio do Brasil e da América Latina e o terceiro menor rio do mundo. É um ponto turístico muito frequentado no Tocantins, não só pela curiosa extensão, mas também pela sua beleza.

Por: Daianne Fernandes

Veja Também