Palmas - TO quinta, 23 de novembro de 2017

Vasco e Santos não saem do zero

Vasco 0 x 0 Santos

17/07/2017 08h53 - Atualizado em 17/07/2017 08h51

Quem comeu um belo almoço com a família neste domingo e decidiu assistir Vasco e Santos logo na sequência, fatalmente deve ter tirado alguns cochilos. Com o Engenhão vaziou após uma punição do STJD, Peixe e Cruz-Maltino judiaram da bola, principalmente no primeiro tempo, e não saíram do 0 a 0, em confronto válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assim como o jogo, o empate foi ruim para as duas equipes. O Alvinegro Praiano chegou 24 pontos, seguiu na terceira colocação, mas não diminuiu a diferença para o líder Corinthians, que ficou no 2 a 2 com o Atlético-PR no último sábado e parou com 36. Já o Cruz-Maltino terminou com 20 pontos e não conseguiu encostar nas primeiras posições do torneio.

Na próxima rodada, o Santos recebe a Chapecoense, na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. No mesmo dia, mas às 21h45, o time carioca visita o São Paulo, no Morumbi.

O jogo – Atuar com estádio completamente vazio já é uma coisa que desanima os participantes de uma partida de futebol. Nitidamente influenciados pela ausência dos torcedores, Vasco e Santos fizeram um primeiro tempo sofrível no Engenhão.

O início de jogo foi tão fraco que a primeira oportunidade boa só aconteceu aos 15 minutos, quando Nenê cruzou na cabeça de Rafael Marques, que mandou por cima do gol do jovem João Paulo.

Porém, a chance perdida não ‘acordou’ nenhum dos times e o embate seguiu com pouca emoção. O Peixe, por sua vez, só assustou Martín Silva aos 28 minutos. Após belo lançamento de Lucas Lima, Kayke invadiu a área, mas chutou fraquinho e Paulão afastou com facilidade.

Já aos 36 minutos, Yago Pikachu cobrou a falta com categoria e a bola passou rente ao travessão, assustando os santistas e acabando com a fraquíssimo primeiro tempo no Nilton Santos.

Após o intervalo, o Vasco finalmente despertou e passou a pressionar um acuado Peixe. Logo aos cinco minutos, Nenê cruzou muito bem e Thalles cabeceou firme, porém, a redonda passou ao lado do gol de João Paulo e não entrou.

A pressão vascaína aumentou no decorrer da segunda etapa, ainda mais após a expulsão infantil de Daniel Guedes, aos 38 minutos do segundo tempo. Porém, o Cruz-Maltino não conseguiu furar a retranca santista e a partida terminou mesmo em um 0 a 0 horrível.

Fonte

Veja Também